Policiais civis participam de Curso de Ações e Técnicas de Inteligência Policial Judiciária na Aesp

A Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará iniciou, nesta segunda-feira (18), a primeira turma do Curso de Ações e Técnicas de Inteligência Policial Judiciária (CATI-PJ).
Vinte e três policiais civis participam desta capacitação, incluindo delegados, inspetores e escrivães, lotados nas regiões Norte, Sul, Metropolitana, Capital e de delegacias especializadas.

Segundo o diretor do Departamento de Inteligência da Polícia Civil, que também coordena o curso, delegado Edvando Junior, a qualificação será desenvolvida em 106 horas/aula e visa capacitar os discentes na doutrina de inteligência de segurança pública, em especial para atuação na área de inteligência de polícia judiciária e no desempenho como elementos de operações (elo) de um núcleo de inteligência.

“A ideia é que os alunos possam sair do curso com um pedacinho do DIP em algum local. Às vezes a gente pensa que a inteligência é cibernética, mas esse é só um viés de um negócio muito maior que é a inteligência”, pontuou Edvando.

A matriz curricular do curso conta com disciplinas de evolução do emprego dos meios eletrônicos; noções de busca em fontes abertas em ambiente cibernético; planejamento operacional; inteligência de sinais; ações de busca em inteligência policial; técnicas de entrevista na atividade de polícia judiciária e uso de técnicas operacionais na busca do dado negado.

A aula inaugural do curso foi ministrada pelo delegado Marcus Rattacaso, que já foi delegado-geral da Polícia Civil e possui vasta experiência na área de inteligência, tendo inclusive participado do grupo formado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública e Defesa Social (Senasp/MJ), que escreveu e revisou a doutrina nacional de inteligência de segurança pública.

Também estiveram presente na aula inaugural, o secretário executivo da Segurança Pública e Defesa Social, Samuel Elânio de Oliveira Júnior; o diretor-geral da Aesp, coronel PM Antônio Clairton Alves de Abreu; o delegado geral da Polícia Civil do Ceará, Sérgio Pereira dos Santos, e o coordenador de Inteligência da SSPDS, delegado Nelson Canito Pimentel Júnior.



Source link

Similar Articles

Comments

Advertismentspot_img

Instagram

Most Popular