Cristãos começam o ano novo apreensivos, na Índia


Bandeira da Índia
Bandeira da Índia

Os cristãos na Índia entraram no ano novo angustiados, já que a perseguição aos seguidores de Jesus aumenta no período de Natal. De acordo com um relato da mídia local, mais de 25 ataques contra cristãos ocorreram durante o período em que se comemora o nascimento de Jesus. Todos esses incidentes foram confirmados por cristãos locais.

“Houve muito dano e injustiça contra os cristãos e a igreja durante o Natal e a temporada de Ano Novo na Índia. Os cristãos celebraram o Natal com medo, devido aos ataques religiosos às reuniões e celebrações”, contou Amos Banerjee*, parceiro local da Portas Abertas.

Pouco antes do Natal, uma nova lei anticonversão foi aprovada no estado de Karnataka. A assembleia aconteceu em meio a protestos e oposição. Essa vitória dos extremistas hindus que estão no poder encorajaram a população a promover ataques contra os cristãos, como a interrupção de encontros e celebrações, vandalismo de propriedades, propagação de falsas acusações de conversão e imposição de retorno ao hinduísmo. Em vários casos, pastores e cristãos foram indiciados injustamente e um relatório falso foi registrado na polícia, resultando em prisão.

Os extremistas religiosos têm declarado abertamente o ódio e exigido leis rígidas contra os cristãos. Em 24 de dezembro, durante um evento cristão em uma escola de Haryana, um grupo de radicais hindus entrou no campus da escola gritando “Jai Shri Ram!” (Salve, Senhor Ram!) e “Bharat Mata Ki Ja”, um slogan nacionalista.

Durante o ataque, os extremistas destruíram móveis e o sistema de som, eles ainda acusaram os seguidores de Jesus de conversão em massa e de enganarem pessoas dalit para aceitar Cristo. Eles interromperam completamente o evento e deixaram o aviso de consequências terríveis se as atividades cristãs continuarem.

“O Natal é uma celebração anual. À medida que os cristãos se envolvem em campanhas de doação aos pobres e necessitados, essas atividades são rotuladas como conversões forçadas. Até as autoridades de segurança são influenciadas, forçadas e pressionadas a agir contra os cristãos, fazendo com que vários deles fossem presos”, contou Banerjee.

*Nome alterado por segurança.

Fonte: Portas Abertas






Source link

Similar Articles

Comments

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertismentspot_img

Instagram

Most Popular